Equipe



30 de março de 2010 4:53 PM



 



Nick: Kyori
Nome: Carol
Função: Design/ADM/Autora
Idade: 15
Outros Blogs: Amaeru ~ Shoujo Otaku


Nick: Lotufo
Nome: Letícia
Função: Autora/ADM 
Idade: 15
Outros Blogs: As Loucuras da Lô ~ Entrevista com um anime

Nick: Akemi
Nome: Jéssica
Função: Autora
Idade: 13
Outros Blogs: Anime Shoujo Lovers ~ Otome no Seikatsu

Marcadores:


Postado por Kyori// 5 Comentários

[OFF] Esclarecimentos(?)



29 de março de 2010 6:21 PM



Gente, estou chocada!
Tem gente lendo a minha fic!
Ta, ta eu sei, vcs estão comentando, mas estou muito feliz T-T
Eu ja tinha add o capitulo 7, só esqueci de colocar na postagem de fanfic. Me desculpem. Mas agora o problema esta resolvido.
Bom eu queria gradecer a compreenção.
Minha vida não está mais tão livre quanto na semana passada. Eu só posso mexer no PC depois das 6 da tarde.
De manhã estou fazendo um curso (digitação, minha mãe quer que eu perca a mania de olhar para o teclado)
De tarde estudo(agora meus profs estão em greve, mas de tarde é o horario do meu irmão no PC, então não posso mexer)
Como o horario dele termina as 6, então eu brigo cm ele durante meia hora pra ele sair, e ai sim eu posso começar a escrever. Por esse motivo talvez eu demore um pouco com a fic 8. Ela está praticamente na metada.
Bom, agradeço os comentários. Isso me faz muito feliz egratificada por escrever :D

Marcadores:


Postado por Kyori// 4 Comentários

[OFF] Selo



11:13 AM



O Renoth's Word nos indicou esse selo. *-* Muito obrigado Renoth. Depois de começar essa postagem eu me lembrei que já tinha ganho ele pela indicação do blog Fruits basket. ToT Gomen, esqueci de colocar.
Bom, agora vão as regras do selo:
Colocar o button de quem te deu o selo:(vou colocar dois dois pq antes eu tinha ganho de Furuba, mas esqueci de colocar. XD





Dizer 7 coisas interessantes sobre você:
  • Sempre fui a pessoa mais nova da minha sala de aula.(em todos os anos)
  • Por mais que eu arrume, o meu quarto é sempre bagunçado
  • Escrevo fanfics sem saber desde que eu começei a aprender a escrever.
  • Vivo participando de concursos mesmo sem ter esperanças de ganhar.
  • Nunca andei de onibus sozinha
  • Tenho medo de cavalos
  • Tenho o senso de orientão do Zoro de One Piece (ToT)
Indicar o prémio para mais 7 blogs que eu gosto: *-*














 O ultimo, o Shoujo Otaku é só para completar os sete, pois o Shoujo Otaku tbm é meu.

Marcadores:


Postado por Kyori// 1 Comentários

O fim de Shugo Chara Party



27 de março de 2010 2:19 PM



Yo~
Hoje eu fiquei sabendo que o ultimo episódio de Shugo chara Party já está disponivel em inglês. É realmente frustante, mas não acontece nada. ¬¬
Tudo bem que é uma temporada Filler, e por isso não podiamos esperar muito, mas não acontece nada! Ah! Estou frustada. Bom, ainda há uma esperança. Sempre há. Ainda temos Shugo chara encore. E como nós sabemos, o mundo dos animes é movido pelo dinheiro. Portanto, na minha opinião, é bem capaz deles fazerem uma quarta temporada para contar a história do encore. Pois o anime sempre tem boa audiência. Mas ele chegou ao fim. Não sei se vai ter continuação ou não, (na MINHA opinião vai). Então só nos resta esperar o encore para saber a continuação da história. Agora, vou assistir os epis que me faltam para terminar de assistir o Party. Vou ver se tenho paciência pra assistir tudo. Bem vou deixar o site com todos os epis do Party em inglês pra vcs assistirem. Está completo em inglês. Os que tem em espanol tem aqui no blog. Click aqui para ver o site. A sim, essa temporada, diferente das outras, termina em 25 epis.

Marcadores:


Postado por Kyori// 1 Comentários

Fanarts



12:17 AM



Yo~ Minna!
Eu não sei se já tinha falado aqui antes, mas estou participando do 5º concurso de desenho do blog da JuBs-chan (para quem não conhece, o Shugo Chara Episódios). Não que eu tenha esperança de ganhar, mas participar é sempre divertido. ^^ Então, nesse concurso, nós tinhamos que desenhar nossa (o) propria(o) Shugo chara. Foi realmente divertido desenhar a minha. (Se se interessarem, é só entrar no forum para participar ^^).
Sim, voltando ao assunto do post que eu me desviei completamente, (preciso perder essa mania) eu tive a idéia de criar uma parte do blog para postar as fanarts de Shugo Chara, mas não só mihas, tbm de vcs. Quem quiser que eu poste aqui é só enviá-la para o e-mail do blog: shugochararoom_carol@hotmail.com. Bom, vou começar com alguns desenhos que eu fiz da Amu e do Ikuto. Eu faço um monte desses, ma geralmente os perco. Tenho a mania de ficar desenhando a personagem C.C. de code geass, já perdi a conta de quantos desenhos dela eu já fiz. Fora a Sakura de Naruto. ¬¬'  Agora minha mania é desenhar o Ikuto em chibi ¬¬'. Bom, aqui são meus desenhos: O Ikuto ficou bonitinho, mas a Amu ficou bizarra.
Não se assustem com minha assinatura bizarra. ^^'
Bom depois eu posto mais desenhos bizarros como esses. Eu to desenhando uma do Ikuto com a Amu pra minha fanfic. Deles na idade da fanfic. Ela com 17 e ele com 22. *-* Quando eu terminar, eu posto.










Fanarts da Brenda
Fanart da Yami

Marcadores:


Postado por Kyori// 4 Comentários

Fanfict Capitulo 7



24 de março de 2010 10:44 AM



Capitulo 7
(Nota: Quando acharem palavras cortadas no meio com um “-“ é porque a pessoa que estava falando foi interrompida.)

Amu estava se revirando na cama com preguiça de levantar. Era sábado, mas ela ia ter que levantar da cama uma hora ou outra. Enquanto se revirava na cama, sentiu algo desconfortável na altura de seu joelho. Ela levantou para olhar o que era e, quando viu, quase deu um grito.
Em cima de sua cama havia um ovo. Um ovo que se parecia ao das suas charas, mas era diferente. Ele era completamente branco e tinha o símbolo de suas charas. Tinha uma do lado da outra os símbolos: ouro, paus, copas e espadas.
Amu ficou observando aquele ovo sem entender o que estava acontecendo. Ela olhou, olhou, olhou e continuou confusa.
-O-O que eu devo fazer? É um ovo de Shugo Chara? Mas não se parece com o de nenhum das meninas. Está quente... Será que vai nascer?... - Pensou Amu sentada em sua cama.
-Onee-chan, você não pode ficar deitada para sempre. - Disse Ami abrindo a porta do quarto da irmã.
Quando Ami abriu a porta, viu Amu segurando o seu ovo. Ela ficou tão surpresa quanto sua irmã.
-O que é isso? É o que estou pensando? - Perguntou Ami.
-Não sei... - Disse Amu olhando com uma cara assustada para o ovo.
Ami se aproximou de Amu e sentou ao lado de sua cama.
Foi nesse instante que Amu viu pela primeira vez a Shugo Chara de sua irmã.
Ela tinha o cabelo e roupas laranja. Seu cabelo estava preso com uma trança para o lado e ela tinha uma franja em formato de “V” no meio de sua testa. Ela vestia roupas ao estilo Lolita, e parecia emitir um brilho parecido ao de Dia.
-Que fofa! - Disse Amu olhando para a Shugo Chara de sua irmã.
-Onee-chan, você pode vê-la? - Perguntou Ami.
-Posso. - Disse Amu segurando o choro.
-Então isso é mesmo... - Disse Ami.
-Acho que sim. - Disse Amu.
A mãe das duas as interrompeu chamando-as para tomar café.
Então as duas desceram, mas antes Amu guardou seu ovo em uma caixa que forrou com um pano para deixar o ovo aquecido.
Amu comeu o mais rápido possível para voltar ao seu quarto e ver seu ovo, mas seus planos foram interrompidos por seu pai.
-Amu-chan, como hoje é domingo, você pode acompanhar a Ami-chan para a escola? - Perguntou o pai de Amu.
-E... Que... Sabe... - Tentou dizer Amu, mas acabou desistindo pela expressão de tristeza de seu pai.
-Tudo bem papa, eu não preciso que a onee-chan me leve. - Disse Ami.
-Não Ami-chan. É perigoso ficar sozinha na escola. - Disse a mãe das duas.
-Tudo bem, eu levo. Mas Ami, por que você tem que ir a escola num domingo. - Perguntou Amu.
-É tarefa dos guardiões cuidarem da escola. Mesmo em um domingo. Até mesmo porque eu fiquei com a tarefa de regar as plantas. ‘gota’. - Disse Ami.
-Nossa Ami. Eu não sabia. Eu também já fui guardiã. - Disse Amu.
-É, eu sei. Você é a lendária Joker. Depois que você saiu da escola, ninguém mais ocupou este posto. E todos ficam me perguntando o que Ra preciso para ser joker. E porque depois que você saiu ninguém mais foi eleito joker. - Disse Ami.
-Condições especiais, é? ‘gota’ Acho que isso eu te explico depois. Mas fora isso, que posto você ocupa? - perguntou Amu.
-Rainha. - Disse Ami.
- "Isso não é surpresa. Ami se encaixa perfeitamente nesse posto." - Pensou Amu.
-Vamos onee-chan? - Perguntou Ami levantando da mesa.
-Vamos. - Respondeu Amu.
Ami foi em direção a porta e Amu foi correndo para seu quarto pegar seu ovo, mas decidiu deixá-lo em casa, lá ele estaria mais seguro.
-Liz-chan, você pode cuidar do ovo enquanto Ami e eu estivermos fora? - Perguntou Amu a shugo Chara de sua irmã.
-Claro Amu-chan. - Respondeu a shugo chara com um largo sorriso.
Depois que Amu desceu, Ami e ela foram rumo à escola de Ami, a Seiyo Elementary.

~~ Na escola ~~

-Nossa! Há quanto tempo eu ao vinha aqui! - Disse Amu ao olhar sua antiga escola.
-Se quiser pode me ajudar a regar as plantas. - Disse Ami.
-Eu quero. Sempre vinha aqui para fazer isso. - Disse Amu.
Assim que as duas começaram a regar as plantas, Amu ficou meio nostálgica.
*suspiro*
-O que foi onee-chan? - Perguntou Ami ao ver o suspiro de sua irmã.
-Hã? Não, nada não. - Disse Amu.
-E que a onee-chan está pensativa demais desde que chegamos aqui. - Disse Ami.
-É só que estava lembrando-me da época que eu estudava aqui. - Disse Amu.
Enquanto Amu regava as plantas, lembrava-se do momento que passou com os guardiões e com sua Shugo Charas naquele lugar.
-“Apesar do tempo que passou os guardiões ainda são meus amigos, ainda estão comigo, mas as meninas...” - Pensava Amu enquanto regava as plantas.
-“Ah! Falando nisso... Sobre esse ovo! Eu não sei o que fazer! Talvez devesse perguntar a alguém que conheça sobre isso, mas quem?... Ikuto! É isso, eu vou perguntar o que ele acha!*corando* Mas... Como eu vou falar com ele depois daquela estúpida declaração de ontem?!” - Pensou Amu entrando em desespero.
-O que foi Amu-chan? - Perguntou Tadase aparecendo repentinamente atrás dela.
-Hã?! Ah! Tadase-kun! Desculpe, não é nada. - Respondeu Amu visivelmente atordoada.
-Me alegro. - Disse Tadase pegando o regador e ajudando Amu com as flores.
-Desculpe Tadase-kun, mas o que está fazendo aqui em um domingo? - Perguntou Amu.
-Eu só vim regar as plantas. - Respondeu Tadase.
- Eh?! Mas esse não é o trabalho da Ami? - Perguntou Amu.
-Pode ser, mas eu gosto de vir aqui fazer isso de vez em quando. Me lembra quando estudávamos aqui. - Disse Tadase com um sorriso no rosto.
-É, só o fato de estar regando as plantas nos faz lembras de quando éramos guardiões. - Concordou Amu.
Amu e Tadase continuaram a regar as plantas, até que Amu deu por falta de Ami. Ami avia sumido.
-Tadase-kun, você viu a Ami por algum lado? - Perguntou Amu.
-Ami-chan? Não. Faz tempo que não a vejo. - Disse Tadase.
Amu entrou em desespero. Ela e Tadase começaram a procurar por toda a escola, mas não achavam sequer um sinal de Ami.
-Amu-chan, vamos procurar perto do planetário. - Disse Tadase puxando Amu.
-O - Ok! - Disse Amu seguindo-o. < Tadase e Amu correram em direção ao planetário, que era o único lugar da escola que eles não haviam procurado. Quando chegaram perto, avistaram Ami regando as plantas nas extremidades do terreno da escola. -Baka! Não nos faça ficar preocupados dessa maneira por você! Não suma desse jeito de novo! - Gritou Amu dando um cascudo na irmã. -Desculpe onee-chan, mas você foi a única que ficou preocupada. - Disse Ami aparentemente não ligando para a presença dos dois a continuando a regar.  -Não diga isso Ami-chan, eu também fiquei preocupado. - Disse Tadase com um sorriso gentil olhando para Ami. Ami o olhou com um olhar mortífero, que Amu não percebeu, mas Tadase sim. -Não minta. - respondeu Ami encarando Tadase. -Eu nã- -Vamos onee-chan, eu já terminei com o meu serviço aqui. - Disse Ami levando a irmã embora. ~~ Fora da escola ~~

-Ami, por que você está tratando Tadase daquela maneira? - Perguntou Amu.
-Achei que você não tivesse notado. - Disse Ami.
-Qualquer um notaria. Eu não vejo motivo par-
Ami começou a chorar.
-O que foi? Aconteceu algo Ami? - Perguntou Amu sem saber o que fazer.
-Onee-chan... Sabe quando você me contou da sua história com o Ikuto-kun? - Perguntou Ami.
-Sei o que tem? - Perguntou Amu.
-Eu também estou apaixonada por um garoto cinco anos mais velho que eu. - Disse Ami.
Amu demorou 20 segundos para entender.
-Hã?! Tadase-kun? Mas Ami, você admira o Tadase-kun desde pequenininha. Eu não acho que seja amor. - Disse Amu.
-Vocês todos dizem isso! Ele disse mesma coisa quando me declarei! Vocês não acham que só porque eu tenho 12 anos, eu possa amar alguém de verdade. E também... - Disse Ami.
-E também...? Espera ia, você se declarou?! - Disse Amu se dando conta tarde de novo.
-Sim, eu me declarei, mas ele disse que gosta de outra pessoa. Eu tenho certeza que essa pessoa é a onee-chan! E ele começou a gostar de você na minha idade, então não tem como falar que eu não posso gostar dele! - Gritou Ami aos prantos.
-“Ele disse que já gosta de alguém é? Isso me soa familiar.” - Pesou Amu.
-Ami, não acho que essa pessoa seja eu. Tadase-kun e eu só somos amigos. - Disse Amu.
-Tudo bem, onee-chan. Eu não estou te culpando. Sei que se ele gosta de você não é sua culpa, já que você gosta do Ikuto-kun. - Disse Ami.
-Ami... Ami! Vamos tomar um sorvete antes de ir para casa? - Perguntou Amu tentando animar a irmã.
Ami percebeu a intenção de Amu.
-Vamos onee-chan. - Respondeu Ami.
Amu e Ami caminharam até o parque para tomar o sorvete.

~~ No parque ~~


-Sabe Ami, você não quer vir hoje ao show da Utau comigo? - Perguntou Amu.
-Utau-chan?! Claro. - Disse Ami rapidamente ficando animada.
-Então está combinado. - Disse Amu entregando o sorvete a irmã.
-Você também vai convidar o Ikuto-kun? - Perguntou Ami.
-Ami! C-Claro que não! É um show da irmã dele, é obvio que ele vai ir. - Disse Amu tentando esconder seu rosto vermelho.
Ami sorriu.
-Espera, Utau-chan é irmã do Ikuto-kun? - Perguntou Ami.
-Sim, sim. Ela só usa Hoshina, que é o nome de sua mãe como nome artístico. Na verdade seu nome é Tsukiyomi Utau. - Disse Amu.
-Essa eu não sabia. Mas onee-chan, de qualquer jeito, eu não falei pra convidar o Ikuto-kun só para ele ir. Eu falei para convidar para ele ir com você. - Disse Ami com o sorriso de Ikuto no rosto.
-Ami! Não ponha essa cara! Eu não vou convidar o Ikuto. - Disse Amu.
-Tudo bem, se é assim que você quer... - Disse Ami tentando provocar a irmã.
Ami inconscientemente, mesmo sem conhecê-lo, estava cada vez mais parecida com Ikuto.

~~ De noite, na casa de Amu ~~


-Rápido onee-chan! Ou vamos nos atrasar. - Disse Ami entrando no quarto da irmã as presas.
-Calam Ami, eu já estou quase pronta. - Disse Amu arrumando seu cabelo.
-Quase?! Você falou isso há uma hora. Para que está se arrumando tanto? Oh! Ou melhor, dizer para quem... - Disse Ami.
-Cala-te Ami! - Gritou Amu agora, tentando escondeu o vermelho de seu rosto.
-Se você não se apressar eu vou te deixar e vou sozinha. - Disse Ami.
-Calma, eu já estou descendo! - Gritou Amu para a irmã que já estava na porta.
-Mama, papa, estamos indo! - Gritou Ami.
-Vão com cuidado! - Gritou a mãe delas.
Amu e Ami foram apressadas para o show. Ami era a que estava mais ansiosa, e Amu ficava feliz com isso, pois ela havia esquecido aquele problema com Tadase mais cedo.
-Hei onee-chan, você está trazendo o ovo? - Perguntou Ami.
-Sim. Está aqui na minha bolsa. - Disse Amu.
-Você acha que daí vai nascer um Shugo Chara? - Perguntou Ami.
-Não tenho certeza. - Disse Amu.
-Vai nascer sim! Eu tenho certeza que tem uma criança ai dentro. - Disse Liz, a shugo chara de Ami.
-Como você sabe? - Perguntou Ami.
-Porque eu nasci de um ovo desses. E, além disso, que tipo de animal coloca um ovo desses? O que chega mais perto, pelo tamanho é um avestruz, e ele, que eu saiba, não coloca ovos com desenhos de cartas de baralho. Fora que não em nenhum avestruz na sua casa. Além disso, eu nunca vi uma garota de 17 anos botar um ovo de avestruz. É questão de lógica. - Disse Liz.
-Certamente... - ‘gota’ - Disse Amu.
-É - ‘gota’ - Disse Ami.
Nesse momento o celular de Amu começou a tocar.
-Alô. - Disse Amu atendendo ao celular.
-Onde você está agora?! Sabe que horas são?! O show já vai começar! - Gritava Utau do outro lado da linha.
-Calma Utau. Nós já estamos chegando. - Disse Amu afastando um pouco o celular do ouvido.
-Rápido. - Gritou Utau desligando o telefone.
-Era a Utau. - Disse Amu.
-É eu escutei tudo. Estamos atrasadas né? - perguntou Ami.
-Sim. - Disse Amu desanimada.
Quando Amu e Ami finalmente chegaram ao local do how, foram direto para o camarim de Utau. Ela estava uma fera.


~~ No camarim de Utau ~~


-Yo ~~ desculpe a demora. - Disse Amu abrindo a porta do camarim de Utau.
Quando Amu abriu a porta viu Utau sentada na cadeira na frente do espelho, Ikuto sentado na mesa perto de Utau, e Tadase logo atrás de Utau.
-Yo. - Disse Ikuto.
-Yo. -Respondeu Amu.
-Nossa! Fico impressionada com a variedade de cumprimentos no vocabulário de vocês. - Disse Utau sarcasticamente.
 -Desculpem a demora. É que a onee-chan ficou mais do que o tempo previsto se arrumando. - Disse Ami aparecendo de detrás de Amu.
-Ami! Vem cá. Faz tempo que eu não te via. - Disse Utau estendendo os braços para Ami.
Ami correu para Utau e a abraçou. Quando Ami largou Utau, uma assistente abriu a porta.
-Hoshina-san, está tudo preparado. Vamos? - Perguntou a assistente.
-Sim, já vou. - Disse Utau levantando-se.
Enquanto Utau saia, Ami olhou para Tadase.
-Então Amu, você vai assistir o show comigo? - Perguntou Ikuto se aproximando de Amu.
-E-Eu... Eu tenho que cuidar da Ami. - Disse Amu.
-Então vamos nós três. - Disse Ikuto.
-Ok! - Disse Ami animada.
-E você Tadase-kun? - Perguntou Amu.
-Eu vou esperar o Kukai. Depois nos encontramos. - Disse Tadase.
-Certo. - Disse Amu.
Amu, Ikuto, Ami e a sua Shugo Chara saíram do camarim de Utau e foram procurar um bom local para assistir o show.
-Onee-chan, eu acabei de ver uma amiga minha ali. Posso ir lá com ela? - Perguntou Ami com olhos de cachorro pidão.
-Ami, é perigoso. - Disse Amu.
-Que bonitinho cuidando da irmã desse jeito. Isso é bom que já está treinando para quando forem os nossos. - Disse Ikuto com seu habitual sorriso no rosto.
-Nossos o que?! - Gritou Amu vermelha.
-Pela sua cara já deve imaginar. - Disse Ikuto.
-Vai onee-chan, é rapidinho. - Disse Ami.
-Tudo bem Ami. Mas tome cuidado e não suma da minha vista ok? - Perguntou Amu.
-Ok! - Concordou Ami.
Enquanto Amu olhava em volta procurando um bom lugar para assistir o show, Ami olhou para Ikuto com o mesmo tipo de sorriso característico dele.
-Aproveite a oportunidade. - Disse Ami.
-Por um acaso você está fazendo isso por nós? Se for não precisa se preocupar. - Disse Ikuto.
-Cá entre nós. Nós conhecemos bem a onee-chan. Se eu não criar uma oportunidade, ela vai me usar como desculpa a noite inteira. - Disse Ami.
-Bem... Isso é verdade. - Disse Ikuto desanimado.
-Então. - Disse Ami.
-Mas tem alguma amiga sua te esperando ali mesmo ou é só papo? - Perguntou Ikuto.
-Tem sim. Olha ali. - Disse Ami apontando para uma garota com um vestido preto até a coxa e um cabelo comprido até o final das costas.
-Tudo bem, mas tome cuidado. - Disse Ikuto.
-O que é isso? Treinando para ser pai também? - Perguntou Ami novamente com o sorriso pervo do Ikuto.
-Pode ser. - Respondeu Ikuto com o mesmo sorriso.
Ami foi atrás dessa sua amiga enquanto Amu e Ikuto foram assistir ao show de Utau perto do palco, onde estavam Tadase e Kukai.

~~ Depois do Show ~~


-Ikuto, você está vendo a Ami? - Perguntou Amu.
-Não. Durante algum momento eu a perdi de vista. - Disse Ikuto.
-Droga! Eu falei para ela ficar perto. - Disse Amu.
-O que foi Ikuto-nii-san, Amu-chan? - Perguntou Tadase.
-A Ami sumiu. - Disse Amu entrando em desespero.
-Sumiu? - Gritou Utau indo até eles.
-Sim, nós a perdemos de vista. - Disse Ikuto.
-E não era pra vocês tomarem conta dela? Ela é só uma criança que está perdida no meio dessa multidão. - Bronqueou Utau.
-Não adianta ficarmos discutindo agora. Temos que nos separarmos para procurar por ela. - Disse Kukai.
-Certo. - Disse Amu.
Todos se separaram para procurar por Ami.
Depois de mais de uma hora procurando, voltaram a se reunir no local aonde começaram. Ninguém tinha encontrado Ami.
-E agora? Onde ela esta? - Perguntava Amu aos prantos.
Ikuto a abraçou. (sim, sim, aproveitou-se da situação 8D)
-Calma Amu, nós vamos encontrá-la. - Disse Ikuto.
-Hei aquela garota ali não é ela? - Perguntou Kukai apontando para uma garota que estava agarrada com outro garoto de +ou- 15 anos.
-... <-- Foi a reação instantânea de todos. -Aquela é a Ami?! - Perguntou Amu alternando sua tristeza por uma forte raiva. -Bom... - Tentou dizer Ikuto sem saber o que falar. Ami estava agarrando-se de um jeito, digamos, desapropriado para a idade dela. Quando Amu ia atrás de Ami, Ikuto segurou seu braço por um momento e ela percebeu que Tadase já estava indo naquela direção. Ele estava furioso. -T-Tadase-kun? - Perguntou Amu. -Ele parece estar com raiva. - Disse Utau. -Parece? Ele está emanando uma incrível aura negra. - Disse Ikuto debochando da situação. Ikuto recebeu um olhar mortífero de Amu. -Wow, eu nunca o vi desse jeito, ele parece irritado, mas por quê? - Perguntou Kukai. Todos os outros olharam para ele. Tadase se aproximou dos dois e puxou Ami pelo braço. -O que você pensa que está fazendo? - Gritou Ami ao ser arrancada dos braços do garoto. -O que VOCÊ pensa que está fazendo agarrada com esse garoto? - Perguntou Tadase furioso como nunca. ~~ Entre os outros quatro que estavam assistindo aquilo ~~
-Bom agora vocês sabem o porquê dele está irritado. - Disse Ikuto.
-O Tadase está com ciúmes? E da Ami? Eu nunca senti nada entre esses dois. - Disse Utau.
~~ Voltando à discussão de Tadase e Ami ~~
-Você não tem nada a ver com isso! - Gritou Ami.
-Você pode estar certa, mas o que você quer que eu pense de uma garota que um dia se declara para mim e me beija daquele jeito, e no outro esta se agarrando com outro cara. - Gritou Tadase.
 -Pense o que você quiser. A fila anda querido. Eu não vou ficar a vida toda te esperando. - Disse Ami.
Tadase estava além do furioso. Ele nunca tinha ficado assim.
-Hei cara, você não percebe que só está atrapalhando? - Perguntou o cara que estava com Ami.
Tadase o olhou com um olhar tão mortífero que o fez ficar com as pernas bambas.
-B-Bom, já chegou a minha hora, então eu vou indo. - Disse o rapaz fugindo o mais rápido possível.
Tadase olhou para Ami. Ela também parecia estar com raiva. Então ele respirou fundo e a pegou pelas pernas fazendo-a ficar deitada sobre seu ombro. Carregando-a.
-Me solta! Você não tem nada a ver comigo! - Gritava Ami.
Tadase estava cm tanta raiva que se mantinha calado.
Quando ele chegou perto dos outros, recebeu olhares extremamente surpresos.
-Vamos? - Perguntou Tadase ainda com Ami no ombro.
-S-Sim. - Disse Amu sem saber o que fazer.
Ami ficou se debatendo durante um tempo, mas logo desistiu. Utau e Ikuto não paravam de rir Os dois é que ficaram mais surpresos com a situação.
Depois que Ami parou de se debater Tadase a colocou no chão.

~~ Na frente da casa de Amu ~~


Por causa da situação, todos acabaram indo até a casa de Amu. De pé.
-Desculpa Ami. Eu não sei onde estava com a cabeça. - Disse Tadase enquanto os outros falavam com Amu.
-Tudo bem, eu acho. Isso só prova que você estava com ciúmes de mim. Portanto, eu consegui pelo menos um pouco do espaço da onee-chan no seu coração. - Disse Ami.
-Espaço da Amu-chan? Do que você está falando? - Perguntou Tadase.
-Quando eu me declarei você falou que gostava de outra garota. Eu sei que essa garota é a onee-chan. - Disse Ami.
Tadase começou a rir.
-Não ria! - Disse Ami irritada e ao mesmo tempo envergonhada.
-Não, é que eu tenho essa mania de quando uma garota de declara para mim, eu não sei o que fazer e digo que estou apaixonado por outra. Mas eu não gosto de ninguém. Ou melhor... - Disse Tadase.
Ami ficou vermelha, mas antes que pudesse dizer algo foi interrompida por seu pai que a chamava na porta.
Ela olhou para Tadase com um olhar triste.
-Vai lá. Boa noite. - Disse Tadase voltando ao seu humor habitual.
Ami voltou para casa sem dizer nada para Tadase. Ela estava completamente envergonhada.
Amu ficou se despedindo dos outros e ficou do lado de fora de casa até perdê-los de vista.
Quando ela ia entrar, ouviu um ruído.
-Quem está ai? - Perguntou Amu.
-Olá Hinamori-san. - Disse Saaya aparecendo na frente de Amu.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Ah! Até que enfim o capitulo 7 está terminado. Já começei a trabalhar no 8. Não esqueçam de comentar e dar sua opinião, para que a fanfic fique cada vez melhor. Mas mudando de assunto (nem tanto) esse foi o capitulo mais divertido de escrever (e o mais logo tbm, acho que me empolguei demais). Principalmente fazer o Tadase com raiva. ^^
Janne

Marcadores:


Postado por Kyori// 8 Comentários

Fanfict Capitulo 6



23 de março de 2010 6:35 PM



 Capitulo 6:

Amu ficou surpresa ao ver Utau abrindo a porta. E Utau ficou ainda mais por ver Amu ali.
-Utau? - Disse Amu.
-Amu?! O que você está fazendo aqui? - Perguntou Utau.
-Porque está fazendo todo esse barulho ai Utau? - Perguntou Ikuto aparecendo atrás da irmã.
Ikuto estava um pouco desarrumado. Parecia que tinha acabado de acordar. Seu cabelo estava um pouco desarrumado, sua camisa estava aberta até o terceiro botão, mostrando todo seu corpo. Amu corou imediatamente ao vê-lo daquele jeito.
-Amu? - Disse Ikuto mais surpreso ainda.
-Ah, desculpe, eu volto outra hora. - Disse Amu virando as costas para ir embora.
-Espera! Amu aconteceu alguma coisa? - Perguntou Ikuto preocupado.
Amu não deu atenção e Ikuto a puxou pela mão.
-O que foi? - Perguntou Ikuto.
Utau viu o que estava acontecendo, e para não segurar vela, entrou na casa.
-Ikuto... Por que você está agindo assim comigo? - Perguntou Amu com o rosto vermelho quase chorando.
-Amu... Eu... - Ikuto não conseguia falar. Ele viu a expressão de Amu e não conseguiu dizer que precisava ficar longe dela para não metê-la em problemas.
Então ele só a abraçou. Um abraço forte e demorado.
- "Eu sinto o calor do corpo do Ikuto. Nossos corpos estão colados um no outro, causando uma sensação que eu nunca havia sentido. Eu quero abraçar mais o Ikuto... Eu quero ficar mais perto dele... Sentir seu cheiro, tocar seu cabelo, sentir o calor de seu corpo. Nossas temperaturas estão quase iguais. Eu estava gelada até a pouco, mas o calor do Ikuto me esquentou"- Pensou Amu enquanto abraçava Ikuto.
-"Ai Amu. Quando você fica assim eu não resisto. Eu quero de beijar. Agora você está em meus braços, está gelada, mas se esquentando rapidamente. Eu quero te abraçar mais. Queria que as coisas fossem simples desta forma."- Pensava Ikuto abraçando cada vez mais forte Amu.
-Amu, há coisas acontecendo. Eu não posso explicar exatamente o que é, mas eu tenho que manter distancia de você por um tempo. - Disse Ikuto interrompendo o abraço.
-Por que não pode me explicar? Você só decide as coisas por si mesmo, sem se preocupar com a opinião dos outros! Eu já te disse antes, você não tem que carregar os problemas do mundo sozinho. Eu estou aqui para te ajudar. - Disse Amu quase gritando.
-Amu, você se apaixonou por mim? - Perguntou Ikuto quase não acreditando.
Amu se surpreendeu com a pergunta. Ela corou mais do que já estava corada.
-C-como p-pode perguntar algo assim? - Gaguejou Amu.
-Então e verdade? - Perguntou Ikuto com um sorriso pervertido no rosto.
Ela abaixou a cabeça e confirmou balançando-a.
Ikuto estava brincando, pois não acreditava que Amu poderia de verdade gostar dele. Ele achava que ela ainda gostava de Tadase. Aquilo que estava na sua frente agora era tudo o que ele queria.
-Amu, eu te amo. - Disse Ikuto olhando seriamente para Amu.
Amu corou mais ainda.
-E-eu... E-eu também Ikuto. - Disse Amu com a cara toda vermelha.
Ikuto sorriu e a abraçou. Abraçou-a mais forte que antes. Eles ficaram abraçados na frente da casa de Ikuto por um bom tempo. Ikuto não aceitaria largar Amu dali nem que lhe obrigassem. Ele queria aproveitar o momento ao Maximo. Amu também. Ela estava completamente inebriada pelo cheiro de Ikuto. Os dois estavam completamente apaixonados um pelo outro.
-Amu, eu esperei seis anos para ouvir essas palavras saírem de sua boca. - Disse Ikuto.
-Seis? - Perguntou Amu surpresa.
-Desde a primeira vez que eu disse que te amava, era verdade. - Disse Ikuto.
Amu ficou um pouco mais corada.
-Eu também gosto de você desde muito tempo atrás. - Disse Amu virando o rosto.
Ikuto deu um beijo na testa de Amu e continuou abraçando-a.
-Ne, Ikuto, as pessoas estão nos olhando. -Disse Amu.>
-Deixe-os olharem. Eu não ligo. Não agora. - Disse Ikuto.< -Mas está juntando gente ao redor. - Disse Amu aflita pela multidão se formando ao redor deles. -Ikuto! Você esta envergonhando a garota e ainda formando uma pequena multidão na frente de sua casa! Pare com isso! - Disse uma mulher aparecendo atrás de Ikuto. -Não quero. - Disse Ikuto. Utau apareceu e puxou a orelha de Ikuto afastando-o de Amu. -Ai, Utau! - Gritou Ikuto. -Pare com isso Ikuto! - Gritou Utau. Ikuto fez cara feia. Amu sorriu. -Não vai me apresentar? - Perguntou a mulher que apareceu atrás de Ikuto. -Desculpa. Amu, essa é minha mãe. Tsukiyomi Souko. - Disse Ikuto. -Prazer em conhecê-la. - Disse a mulher estendendo a mão para Amu. -Igualmente. Chamo-me Hinamori Amu. Pode me chamar de Amu. Mas sinceramente a senhora não parece à mãe de Ikuto. É muito jovem. - Disse Amu cumprimentando a mãe de Ikuto.
-Obrigada. - Disse Souko. Amu só se deu conta da situação que estava um segundo depois de soltar a mãe de Souko. Ela deu um passo para trás se afastando de Utau Utau percebeu a reação de Amu.
-Não se preocupe. Eu já disse que entrego Ikuto a você. Além disso, agora estou com Kukai. - Disse Utau. -Entrega? O que eu sou? Um pacote? - Perguntou Ikuto.
-Está com Kukai? Vocês estão namorando? -Perguntou Amu surpresa. Utau parecia constrangida pelo que acabara de falar.
-Estamos namorando há um tempo. - Disse Utau um pouco vermelha, mas tentando disfarçar.
Amu sorriu pelo desconforto dela.
-O que você está rindo? E quanto a você e o Ikuto? A quanto tempo estão saindo? - Perguntou Utau.
Amu voltou a ficar vermelha.
-O que? Não me diga que ainda estão no 0x0? - Perguntou Utau usando uma expressão de Kukai.
-0x0? - Perguntou a mãe de Ikuto.
-Na verdade, Utau, nós... - Disse Amu sem saber como continuar.
-Ikuto?! Você está assim desde seis anos atrás e ela só veio prestar atenção em você agora? - Perguntou Utau debochando um pouco do irmão.
-Ikuto, você não é o professor dela? - Perguntou a mãe de Ikuto. Os três arregalaram os olhos. Eles ainda não tinham pensado nisso.
-Verdade. E-eu ainda não tinha pensado dessa forma. - Disse Amu.
-Amu, eu quero te perguntar uma coisa. - Disse Ikuto seriamente.
-O que? - Perguntou Amu preocupada. -Você realmente me ama? - Perguntou Ikuto. Amu ficou surpresa com a pergunta. Mas respondeu, ainda que com dificuldade  pela vergonha.
-Você mesmo me disse que eu tenho que se sincera comigo mesma. Eu não sei ser 100% sincera em tudo que digo sem ficar nervosa, mas eu sei que eu realmente gosto de você Ikuto. - Disse Amu ficando muito corada.
-Então eu tenho que te contar uma coisa. - Disse Ikuto. Ikuto entrou em sua casa com Amu e sua mãe foi embora junto com Utau.  

~~ Dentro da casa de Ikuto ~~

-Amu, na verdade, a kaichou está me chantageando. Ela sabe que eu gosto de você e como eu a rejeitei naquele dia, ela quer vingança. Quer usar você para me atingir. - Disse Ikuto.
-Então era por isso que você estava sendo rude comigo? - Perguntou Amu.
-Sim. Eu queria que você ficasse com raiva e se afastasse de mim, mas quando eu soube que você também me ama, eu não posso ficar mais longe de você. - Disse Ikuto.
Amu estava séria. Agora os dois começaram a entender em que problemas sua relação poderia causar. Agora eles não eram mais inimigos na procura pelo embrião, eles eram aluna e professor. Eles não podiam ficar juntos com tanta facilidade quanto antes.
-O que vamos fazer? - Perguntou Amu.
Ikuto passou a mão no cabelo preocupado.
-Eu não sei. - Disse Ikuto.
-Podemos continuar fingindo que nada aconteceu. - Disse Amu.
Ikuto se espantou com a sugestão de Amu.
-Não! Por quê? Nós... - Disse Ikuto.
-Eu quis dizer, que podemos esconder que estamos saindo. Você é professor porque só sendo violinista não paga todas as suas contas não é? Você precisa do dinheiro. E eu tenho que estudar. Então, se quisermos ficar juntos, só nos resta esconder de todo mundo. - Disse Amu.
Ikuto ficou mais surpreso ainda.
-Então você quer ficar comigo... - Disse Ikuto sentando ao lado de Amu e se aproximando mais.
Amu voltou a corar.
-Você sabe o que eu tenho vontade de fazer quando você fica vermelha assim? - Perguntou Ikuto com um olhar malicioso.
-J-Já está tarde! Eu tenho que voltar para casa ou os meus pais vão ficar preocupados. - Disse Amu afastando Ikuto.
-Tudo bem, eu te levo. - Disse Ikuto.
-Não. Eu posso ir sozinha. - Disse Amu.
-Tudo bem, eu te levo. Afinal sua casa é longe daqui. - Disse Ikuto entregando um capacete para Amu.
-Hã? Você tem uma moto? - Perguntou Amu.
-Você achou que eu iria te levar a pé? - Perguntou Ikuto.
-Achei.  Respondeu Amu.
Ikuto subiu na moto e fez sinal para Amu subir também.
Quando Amu subiu Ikuto sorriu e ela finalmente entendeu as intenções dele.
-Se segura firme. - Disse Ikuto.
-Então era isso que você queria desde o começo. - Disse Amu corando um pouco e agarrando nas costas de Ikuto para se segurar.
-Eu não sei do que você está falando. - Disse Ikuto com um sorriso pervertido no rosto.
Ikuto colocou o capacete e eles saíram. Em 15 minutos estavam na casa de Amu.

~~ Na frente da casa de Amu ~~

-Viu como foi mais rápido assim? - Perguntou Ikuto enquanto Amu descia da moto.
-Obrigada. - Disse Amu.
Ikuto tirou o capacete e segurou na cintura da Amu aproximando o corpo dela do dele. Amu corou e virou um pouco o rosto.
-Não precisa ficar assim. - Disse Ikuto com uma voz gentil.
Mesmo com o que Ikuto disse, Amu ficou ainda mais vermelha quando viu a proximidade dos dois.
-Eu não vou fazer nada que você não queira. - Disse Ikuto dando um beijo no rosto de Amu, no cantinho da boca.
-Boa noite. - Disse Ikuto soltando Amu.
-B-Boa noite. - respondeu Amu.
Ikuto sorriu, deu a partida na moto e foi embora.
Amu ficou olhando-o até ele sumir de sua vista. Quando ela virou para entrar em casa levou um susto, porque Ami estava atrás dela.
-A-Ami! - Gritou Amu com o susto de ver a irmã.
-Calma onee-chan. Eu não vou falar pro papai dessa cena Love-love que eu acabei de presenciar. - Disse Ami com um sorriso muito parecido com o do Ikuto.
 -Love-love?! - Disse Amu ficando vermelha.
 -Então, vai me contar quem era? - Perguntou Ami.
 -A-Ami! - Gritou Amu novamente.
 -Tudo bem, vou esperar até depois do jantar. No seu quarto. - Disse Ami entrando em casa.

~~ Dentro da casa de Amu ~~

Depois do jantar, Ami seguiu Amu até seu quarto.
-E ai, onee-chan? Quem é? - Perguntou Ami.
-Bem... - Disse Amu.
-Espera ai, onee-chan, acabei de lembrar. Ele não esteve aqui um dia desses? - Perguntou Ami.
-Esteve. - Respondeu Amu.
-Sabia! Um cara bonito como aquele é difícil de confundir ou encontrar parecido por ai. Então onee-chan, isso quer dizer que nossos pais já o conhecem. - Disse Ami.
-Bem, teoricamente. O Ikuto é meu professor. - Disse Amu.
-Hã?! Mas eu tenho certeza que vocês estavam em love-love mode quando eu cheguei. - Disse Ami.
-Bem, a história é longa e complicada. - Disse Amu.
Amu contou todo o seu passado com Ikuto e tudo o que tinha acontecido naquele dia para Ami. Ami escutou tudo atentamente.
-Onee-chan... Você está com problemas! - Disse mai.
-Eu sei!  Mas o que eu posso fazer?! - Disse Amu.
Ami olhou para a irmã com um olhar gentil.
-Estou aqui para te apoiar onee-chan! Pode contar comigo. Agora deixando isso de lado, você é muito criança! Não sei como ele pode gostar desse seu jeito. - Disse Ami.
- O que?! - Perguntou Amu.
-Você fica vermelha só por ele chegar perto. Ikuto-kun não é mais uma criança. Ele vai querer te beijar e fazer varias outras coisas agora que são namorados. Eu só estou te falando para te preparar. - Disse Ami.
-Eu não posso fazer nada se esse é o meu jeito! E o que você quer dizer com fazer varia outras coisas?! - Perguntou Amu.
-Proibido mencionar na presença de crianças. - Disse Ami.
-Olha quem fala?! Você só tem 12 anos! - Disse Amu.
-Mas sou mais adulta que você. - Disse Ami.
-A sei senhorita adulta. - Disse Amu jogando um travesseiro na irmã.
As duas começaram uma guerra de travesseiro no quarto e ficaram assim até a hora de dormir.
Enquanto isso:

~~ Na casa de Ikuto ~~

Após sair da casa de Amu, Ikuto passou em uma lanchonete para comprar comida, quando ele chegou em casa, encontrou uma carta no chão.
-O que é isso? - perguntou Ikuto pegando a carta.
Ikuto abriu a carta e ficou surpreso com o conteúdo. Lá dentro tinham duas fotos dele com Amu. Uma, dele no parque e a outra tirada a pouco dos dois abraçados na frente da casa dele. Ikuto entendeu o recado. Saaya estava começando as ameaças.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Ah!! Desculpa a demora, mas eu não me apressei pq achava que niguém lia. >.<'' Desculpem o jeito da fic nas postagens anteriores, é que elas estavam adaptadas ao lay anterior e nesse ficaram esquisitas. O cap 7 tbm já está pronto. Logo eu posto.

Postado por Kyori// 7 Comentários

Shugo Chara Party em español



17 de março de 2010 9:04 AM




Gente, eu não tenho a minima idéia de como está o espanol de vocês. Meu inglês é péssimo, mas sou boa em espanol. Então, esses dias, eu estava (de novo) procurando epis de shugo chara party em português. Não achei. Só o epi 103 (01) que está aqui no blog. Mas eu achei em espanol. Apesar de ser um idioma parecido muitos tem dificuldades, mas é mais facil que inglês. Então eu vou colocar aqui os epis que eu achei em espanol. Depois de um tempo assistindo em espanol fica facil. Bom, eu só estou mesmo avisando. Apesar de shugo chara party ser uma temporada considerada filler (para quem não sabe filler é que não faz parte do mangá), ele tem cenas Amuto (apesar dele estar na França). Se não fosse por isso já teria deixado de assistir. Bom, eu vou deixar os epis disponiveis aqui, porque, mesmo em espanhol, é dificil de achar online que preste. Bom, se não quiserem que eu continue postando, avisem nos comentários. Em inglês, também, mas eu só vou postar em inglês se vocês pedirem, pq shugo chara doki é MUITO dificil de achar. Todos os epis, mesmo em inglês. Se eu achar Shugo Chara doki m espanol tbm vou postar. Se não quiserem, avisem nos comentários.

    Marcadores:


    Postado por Kyori// 4 Comentários

    Shugo Chara Party 10 (112) Espanol



    9:00 AM



    Marcadores:


    Postado por Kyori// 0 Comentários

    Shugo Chara Party 9 (111) Espanol



    8:58 AM



    Marcadores:


    Postado por Kyori// 0 Comentários

    Shugo Chara Party 8 (110) Espanol



    8:55 AM



    Marcadores:


    Postado por Kyori// 0 Comentários

    Shugo Chara Party 7 (109) Espanol



    8:52 AM



    Marcadores:


    Postado por Kyori// 0 Comentários

    Shugo Chara Party 6 (108) Espanol



    8:50 AM



    Marcadores:


    Postado por Kyori// 0 Comentários

    Shugo Chara Party 5 (107) Espanol



    8:48 AM



    Marcadores:


    Postado por Kyori// 0 Comentários

    Shugo Chara Party 4 (106) Espanol



    8:46 AM



    Marcadores:


    Postado por Kyori// 0 Comentários

    Shugo Chara Party 3 (105) Espanol



    8:44 AM



    Marcadores:


    Postado por Kyori// 0 Comentários

    Shugo Chara Party 2 (104) Espanol



    8:43 AM



    Marcadores:


    Postado por Kyori// 0 Comentários

    Shugo Chara Party 1 (103) Espanol



    8:36 AM



    Marcadores:


    Postado por Kyori// 0 Comentários

    O que é fanfic



    13 de março de 2010 11:02 PM



    O que é fanfic?
    Muitas pessoas me perguntam o que é fanfic. Fanfic é uma realidade alternativa criada por fãs. Deixa eu explicar melhor. Por exemplo, você vê um anime que gosta, mas ele não terminou do jeito que você queria ou não aconteceu tudo o que você queria, então, você cria uma história em que acontece o que você queria que acontecesse. Essa é a explicação mais simples. Esse é o caso da Fic O retorno dos Charas. Nela, acontecem coisas que eu queria que acontecessem no anime de verdade, mas não acontece. É tudo pura imaginação de um fã. Não acontece de verdade.
    Mas também há aquelas fanfics que não são de um anime. Elas são independentes. Com personagens criados pelo autor. Eu já escrevi muitas fic assim, mas nunca consegui terminar. Eu nunca consegui arrumar um fim para a história.
    Bom, espero ter esclarecido as duvidas. Até logo (ou não) rezem por mim. Eu vou precisar.

    Bom abaixo estão disponíveis os capítulos da minha fanfic:(obs.:Ela não está completa pois ainda estou escrevendo-a)
    Fanfic 1: O Retorno dos Charas/  Kyori 
    Capitulo 1
    Capitulo 2
    Capitulo 3
    Capitulo 4
    Capitulo 5
    Capitulo 6
    Capitulo 7 
    Capitulo 8 
    Capitulo 9
    Capitulo 10
    Capitulo 11
    Capitulo 12
    Capitulo 13

    Fanfic 2: Kimi no Koto... Suki desu/ Kyori {atualmente em pausa/ por tempo indeterminado}
    Capitulo 1

    Fanfic 3: Shugo Chara Watashi no Bājon/ Yami 
    Capitulo 1 
    Capitulo 2 
    Capitulo 3

    Fanfic 4: Meu Ultimo Semestre/ Lotufo
    Capitulo 1
    Capitulo 2
    Capitulo 3 
    Capitulo 4
    Capitulo 5

    Fanfic 5 (One-shot): Reencontro de Natal /Kyori
    Capitulo único


    Obs.(Da Kyori): Não haverá mais freqüência para a postagem dos capítulos. Mas me esforçarei para não ficar muito tempo desatualizada õ7

    Obs.(Da Lotufo):  A minha fic é de lua, depende da minha inspiracao na semana, mas não deixarei ela pela metade (o que acontece bastante comigo), com essa continuarei ate o fim "Do Semestre da Amu".

    Se vocês também quiserem publicar suas fics aqui, mandem a para o e-mail do blog (está na sessão de parceira) e se ela for boa, eu coloco ela aqui com seu nome.

    Marcadores:


    Postado por Kyori// 33 Comentários

    De volta a ativa



    6:21 PM



    Yo~~ minna-sama~~
    Estou aqui avisando que o blog já esta de volta as atividades normais. Eu sei que disse que ficaria "fechado pra balanço" até segunda, mas depois de uma noite inteira apanhando pro html do blog, eu consegui fazer o que queria. Bem, perdi alguns buttons dos parceiros, mas nada que não se resolva logo. Agora, pra falar a verdade, estou morta! Fiquei até as 5:45 da manhã ageitando as coisas, mas agora que está tudo certo posso descançar. Agora os agradecimentos especiais: Vocês viram o novo template do blog? Então foi feito pela nossa parceira Isa-chan do Ponto Anime. Arigatou Isa-chan. Ficou lindo *q*. XP
    PS.: Daqui a pouco (talvez essa noite) eu poste sobre fanfics. Muitos estão com duvida sobre o que é então vou esclarecê-las.
    Janne~~

    Marcadores:


    Postado por Kyori// 0 Comentários

    Hiatus ^^



    2:12 AM



    Oi povo ~~ hoje só to passando pra avisar que o blog ta fechando pra balanço.
    Não, o blog não vai parar! Eu só vou ficar o final de semana todo arrumando ele pq fiz besteira no lay e perdi as colunas ^^''' mas a gente volta firme segunda (espero), então, se entrarem no blog e não virem nada, calama que eu to arrumando! Janne! Ainda, se quiserem falar algo, o comentários e o e-mail do blog ainda estão funciondando pra nos conectar! shugochararoom_carol@hotmail.com

    Marcadores:


    Postado por Kyori// 0 Comentários

    Fanfict Capitulo 5



    11 de março de 2010 2:53 AM



     Capitulo 5

    -O que você quer Kaichou? - Perguntou Ikuto encarando a pessoa que estava atrás dele.
    -Nada. Só estava de passagem. - Respondeu Saaya, a Kaichou.
    -Então até amanha. - Disse Ikuto virando as costas e indo embora.
    - “Não sei por que, mas isso está me cheirando mal”. - Pensou Ikuto.
    -Sensei, sua rejeição foi humilhante demais para passar em branco. Definitivamente você vai me pagar. - Disse Saaya para si mesma.

    ~~ Na casa de Amu ~~

    -Haah que nojento ~ ! - Gritou Amu se revirando na cama.
    -“O Ikuto lambeu meu rosto. Mas eu não sei se nojento é a palavra que descreve o que eu senti. A língua dele tocou minha boca. Eu não sei que fazer.” - Pensou Amu tocando levemente em seus lábios.
    -“Ikuto, às vezes eu queria saber o que você está pesando. Eu quero saber se só esta brincando comigo ou está falando sério. É difícil saber. Você sempre tem a mesma expressão. Sempre uma expressão brincalhona com um sorriso pervertido que faz minhas pernas tremerem. Eu quero ficar perto de você. Quero me aproximar mais, afinal, faz tanto tempo desde que eu te vi. Não sei se você mudou ou o que aconteceu. Só não quero ter que ficar tanto tempo longe de você de novo. Esses cinco anos foram extremante dolorosos. Será que eu poderia me aproximar de você? Eu tenho medo de me apaixonar e você só estar brincando comigo. Afinal parece bom demais para ser verdade. Alguém como você querer se aproximar de mim.” - Pensou Amu agarrada ao seu travesseiro.

    ~~ No dia seguinte, na sala de musica ~~

    - “Hoje eu vou dar aula para a turma da Amu. Será que ela esta brava pelo que eu fiz ontem? Eu fui em direção ao rosto dela com a intenção de beijá-la. Ela estava tão linda com aquela expressão e com a boca suja de chocolate. Eu queria beijá-la, mas sabia que se o fizesse ela ficaria triste. Não queria que seu primeiro beijo fosse a força. Eu não suportaria se ela me odiasse, mas ficaria pior se ela ficasse triste. Ai, eu sou um idiota. Devia ter limpado o rosto dela de uma maneira mais comum. Agora ela deve estar furiosa.” - Pensava Ikuto enquanto passava a mão pelo cabelo visivelmente preocupado.
    - Bom dia, hentai-onii-sama. - Disse Saaya entrando na sala da musica.
    - Hentai-onii-sama? - Perguntou Ikuto. (Nota: Hentai, como sabem significa pervertido, e onii-sama significa irmão mais velho, mas quando as duas são ditas juntas nesse contesto significa pedófilo.) 
    -Então, como vai? - Perguntou Saaya.
    -O que você quer? Vá direto ao ponto. Não tenho tempo para perder. - Disse Ikuto.
    -Já que é assim... Sensei, o senhor sabe que eu não fiquei satisfeita com a sua maneira de me rejeitar desse jeito. Foi humilhante. - Disse Saaya.
    -E? O que vai fazer? Perguntou Ikuto.
    Saaya sorriu.
    -Sabe, sensei, o senhor mesmo disse que se um rumor de um romance seu com uma aluna como eu se espalhasse lhe causaria problemas... - Disse Saaya.
    Ikuto em um estalo entendeu o que estava acontecendo.
    -Mas, o senhor pensou que tipo de problemas causaria a aluna também? O senhor me recusou, mas está se envolvendo com outra aluna. Já pensou que tipo de problemas isso pode causa a ela, sensei? - Perguntou Saaya em um riso sarcástico.
    Ikuto se levantou furioso de sua Mena e agarrou Saaya pelo colarinho da blusa.
    -Não se meta com a Amu. Deixe-a fora dessa história ou... - Disse Ikuto.
    -Ou? - Desafiou Saaya.
    -Você não sabe com quem está se metendo garotinha. Você não tem a menos idéia. - Disse Ikuto.
    -Sensei, o senhor também não tem idéia de com quem está se metendo. - Disse Saaya.
    - Pois bem, agora esteja avisada. Se você fizer algo conta a Amu eu te mato. Disse Ikuto tão firmemente, que causou um arrepio na espinha se Saaya.
    Saaya ficou por um instante sem fala, mas não recuou.
    -Também esteja avisado sensei. O senhor vai se arrepender por ter me humilhado daquele jeito. - Disse Saaya se retirando da sala de musica.
    Ikuto voltou a sentar em sua cadeira e deu um murro na mesa.
    -Droga! Essa garota vai ser um problema.

    ~~ Na entrada do colégio ~~

    -Amu-chi. - Gritou Yaya ao avistar Amu na entrada da escola.
    -Yo minna. Gritou Amu.
    -Bom dia Amu-chan. - Disse Tadase sorrindo.
    -Bom dia Tadase-kun. - Respondeu Amu.
    -O que ouve Amu-chan? Você parece pálida. Não dormiu bem a noite? - Perguntou Nagihiko.
    -Hã? Não. Não é isso. Só estou um pouco abatida hoje. Só isso. Não precisa se preocupar. - Disse Amu.
    Nagihiko e Rima perceberam que algo estava acontecendo.
    -Rima-chan, acho que você deve falar com a Amu. - Sussurrou Nagihiko perto do ouvido de Rima.
    -Mas não é você a melhor amiga dela, ou devo dizer amigo? - Disse rima secamente.
    -Não é hora para esse tipo de coisa. Eu sinto que mesmo se eu perguntasse para ela, o assunto é uma coisa que ela só pode tratar com outra garota. Você sente o mesmo não é? - Perguntou Nagihiko.
    -Sim.
    -Amu, podemos ir para a sala juntas? - Perguntou Rima.
    -Claro. - Respondeu Amu.
    -Hotori-kun, você pode vir comigo à lanchonete antes das aulas? - Perguntou Nagihiko.
    -Claro Fujisaki-kun. - Respondeu Tadase.
    -Eh? Com quem Yaya vai ficar? - Perguntou Yaya fazendo manha.
    -Vamos voltar para a sala de aula Yaya. - Disse Kairi.

    ~~ No corredor a caminho da sala de musica ~~

    -O que ouve Amu? - Perguntou Rima indo direto ao ponto.
    -E-eu... - Disse Amu.
    -Aconteceu algo entre você e o Ikuto? - Perguntou Rima.
    -Como você sabe? - Perguntou Amu.
    -Você é fácil de ler. Sempre, quando éramos da Seiyo, achávamos que você e o King se gostavam, mas depois que vimos sua relação com o Ikuto nós entendemos. Você geralmente fica assim quando algo acontece. - Disse Rima.
    -Verdade, não é?... - Disse Amu desanimada.
    -Ele te fez algo? - Perguntou Rima.
    -Não é como se tivesse feito algo grave, mas é mais como eu me sinto em relação a ele. - Disse Amu.
    -Está insegura? - Perguntou Rima.
    -Estou. - Respondeu Amu.
    -Então por que não vai falar com ele e esclarece suas duvidas? - Perguntou Rima.
    -Hã?! - Disse Amu.
    -É o obvio a se fazer neste tipo de situação não é? Pelo menos é mais fácil e mais efetivo do que ficar pensando sozinha triste pelos cantos. - Disse Rima.
    -Tem razão. Obrigada, Rima. - Disse Amu dando um beijo na testa da amiga e correndo para a sala de musica.

    ~~ Na sala de musica ~~

    -“O que eu devo fazer? Essa garota vai continuar me incomodando. Pode até causar problemas para a Amu. Isso é problemático, não importa o ponto de vista que se olhe. Talvez seja melhor eu me afastar dela por enquanto. Pelo menos aqui na escola.” - Pensava Ikuto enquanto esperava os alunos.
    Amu não conseguiu chegar antes dos outros alunos a sala de musica, então decidiu falar com Ikuto depois da aula.
    Todos os alunos entraram na sala de aula, então Ikuto já estava se preparando para começar.
    -Todos se sentem, vamos começar a aula. - Disse Ikuto arrumando os papeis de sua mesa.
    -Ikuto sensei, você toca que tipo de instrumento? - Perguntou uma aluna.
    -Por que o interesse? - Perguntou Ikuto sem dar muita atenção.
    -O senhor nunca tocou para nós. - Respondeu a aluna.
    -Porque eu deveria? - Perguntou Ikuto.
    -Como podemos saber se o senhor sabe mesmo musica ou só nos está ensinando teorias sem sentido? - Retrucou a aluna.
    -Bem, então o que eu deveria tocar? - Perguntou Ikuto pegando seu violino de debaixo da mesa. 
    -Qual sua musica preferida? - Perguntou a aluna.
    -Eu não tenho uma preferida. - Disse Ikuto.
    -Então toque a que achar melhor. - Disse a aluna.
    Ikuto ia começar a tocar quando Tadase o chamou.
    -Ikuto-nii-san, quer dizer, Tsukiyomi-sensei, não seria melhor tocar uma musica com alguém cantando? - Perguntou Tadase.
    -Alguém cantando? Não seria uma má idéia. Alguém se voluntaria? - Perguntou Ikuto.
    Todas na sala ficaram eufóricas.
    -Calma todas vocês. Eu só posso tocar com uma. - Disse Ikuto.
    Ikuto se sentia a vontade quando falava de musica. Ele não estava mais mal humorado com seus alunos.
    -Que tal um sorteio? A vencedora conta com o Ikuto sensei. - Propoz outra garota super empolgada.
    Todas aceitaram. E o sorteio foi feito. Ikuto tirou o papel e nele estava escrito:
    -Hinamori Amu. - Disse Ikuto surpreso ao ler o papel.
    -Oh! Interessante. - Sussurrou para si mesma Saaya.
    Amu e Ikuto ficaram surpresos.
    Amu foi até a frente da sala. Ela estava nervosa em cantar para a sala toda.
    -Não fique nervosa. Nós já fizemos isso antes não foi. - Disse Ikuto com a voz baixa para que só Amu pudesse ouvi-lo.
    -É fácil falar. Daquela vez estávamos sozinhos. - Disse Amu.
    Ikuto sorriu.
    -Então olhe somente para mim, enquanto estive cantando. Finja que estamos sós. - Disse Ikuto um pouco mais auto do que pretendia, o que fez alguns alunos ouvirem.
    Amu olhou nos olhos de Ikuto e ele começou a tocar. Ela logo sentiu que conhecia a musica e o acompanhou.
    Musica que Amu estava cantando com Ikuto ao violino: Yume No Tsubomi
    (Nota: Utau canta essa musica, se não me engano, no episódio 42 ou 43 da primeira temporada. Se quiserem ouvir: http://www.youtube.com/watch?v=kXBRy0Mqy68&feature=player_embedded

     ~~ Yume wo tsubomi hiragu
    Mabushii sora wo aogi
    Mune paii hirogaru
    Yasashii kaori
    Kioeru wa
    Koi no rizumu
    Kisetsu koe
    Ai ni kiteme
    Daisuki darou
    Sasaya itara
    Sekaijuu ni
    Kikoe chuu kana
    Hazuka shikute
    Usubu miteta
    Watashi no te wo tori
    Hayashii desu ~~

    Quando Amu e Ikuto terminaram a musica, a sala estava toda impressionada com a sintonia dos dois. Não era que Amu cantava tão bem assim, ela canta razoavelmente, mas a sua sintonia com Ikuto deixou a sala toda impressionada. E deixou Saaya com muita raiva.
    Ikuto sorriu e guardou o violino. A sala toda viu o sorriso de Ikuto para Amu, e já estavam ficando desconfiados dos dois.
    -Agora podemos começar a aula? - Perguntou Ikuto.
    A sala concordou e Amu foi se sentar.

    ~~ Depois da aula de musica ~~

    - Ikuto, eu preciso falar com você. - Disse Amu se aproximando da mesa de Ikuto.
    -Amu, agora estou um pouco ocupado. - Disse Ikuto.
    Ikuto notou que os alunos estranharam ela o chamando de Ikuto, e ele chamando-a de Amu, então decidiu por um fim nas desconfianças deles.
    -Hinamori-san, eu sei que nos conhecemos de fora, mas aqui na escola, preferia que me chamasse de Tsukiyomi-sensei. - Disse Ikuto.
    Amu ficou extremamente surpresa coma atitude de Ikuto.
    -Tudo bem. Desculpe o incomodo Tsukiyomi-sensei. - Disse Amu visivelmente triste.
    Ikuto quase retirou o que disse quando olhou o rosto de Amu, mas ele ainda estava confuso quanto à maneira que ele deveria lidar com a situação de Saaya, então decidiu se afastar de Amu por um tempo.
    Tadase, Rima e Nagihiko viram a cena. Enquanto Rima e Nagihiko levaram Amu para a sala de aula, Tadase ficou na sala para conversar com Ikuto.
    -Ikuto-nii-san, preciso falar com você. - Disse Tadase com um ar sério, diferente do usual.
    -Tadase? Agora não temos tempo. Eu tenho aula para dar e você tem que ir para a sua sala de aula. - Disse Ikuto enquanto arrumava sua mesa.
    -Então vamos conversar depois da escola. O assunto é sério. Venho aqui quando a aula acabar. - Disse Tadase.
    -“O que há com ele? Está diferente... Talvez irritado com algo. Tcs parece que é comigo.” - Pensou Ikuto enquanto via Tadase se afastar.

    ~~ Na sala de aula ~~

    -Como está a Amu-chan? - Perguntou Tadase a Nagihiko longe das garotas.
    -Triste. Mas está tentando esconder. O que vai fazer? Falar com ele? - Perguntou Nagihiko.
    -Eu não queria me meter. Mas suponho que não posso agüentar ver Amu-chan triste desse jeito. Eu sei que Ikuto-nii-san não faz nada propositalmente para machucar as pessoas, a não ser que queira protegê-las de algo maior. Isso me preocupa. - Disse Tadase.
    - Hotori-kun, você parece que ficou mais maduro. - Disse Nagihiko.
    -Não acho. Eu só compreendo melhor o Ikuto-nii-san. Eu sei que ele não gosta de machucar quem ama. Eu acho que com o tempo temos que aprender a confiar mais nas pessoas importantes para nós. Estou confiando no Ikuto-nii-san. E é por isso que quero ajudar se algo estiver acontecendo. - Disse Tadase.
    Neste momento, o celular de Amu começou a tocar. Ela tinha recebido uma mensagem.
    -De quem é Amu? - Perguntou Rima.
    -Da Utau. A mensagem diz: “Conseguimos marcar um grande show na casa de show mais famosa da cidade. Vai ser amanhã. Definitivamente não esqueça de aparecer Amu! De Utau” - Diz Amu lendo a mensagem em voz alta.
    -Que bom. Utau-chan está fazendo cada vez mais sucesso. - Disse Tadase.
    -É. Eu vou com certeza. - Disse Amu enquanto escrevia a mesma coisa na mensagem de resposta.

    ~~ Depois da escola ~~

    Todos se despediram e Amu seguiu sozinha para casa. Ela ia o caminho de volta com a cabeça recheada de pensamentos sobre o Ikuto.
    - “Por que ele está me tratando assim? Será que eu fiz algo? Será que foi porque eu sai correndo ontem? Eu não entendo. Porque ele não diz nada?!” - Perguntava Amu a si mesma.
    Neste momento veio a cabeça de Amu o que Rima havia lhe dito mais cedo:
    -“Então por que não vai falar com ele e esclarece suas duvidas? É o obvio a se fazer neste tipo de situação não é? Pelo menos é mais fácil e mais efetivo do que ficar pensando sozinha triste pelos cantos.” - Lembra Amu das palavras de Rima.
    - É claro.  Rima tem toda razão. Eu tenho que falar com ele e esclarecer minhas duvidas. - Disse Amu em voz alta, o que chamou a atenção das pessoas que estava na rua.
    Amu refez o caminho de volta ao colégio, mas quando chegou lá, Ikuto já tinha saído. Então ela foi até a secretaria.
    -Nikaidou-sensei, por favor. Eu preciso do endereço do Ikuto. - Disse Amu perturbando seu antigo professor.
    -Himamori-san, é contra as regras. E além disso, conhecendo bem vocês dois eu sei que o assunto a se tratar não é de escola. Estou certo?! - Disse Nikaidou.
    -Sensei... Espera! Não é Himamori, é Hinamori! - Disse Amu já irritada.
    -Mas de qualquer jeito eu já falei que é impossível. - Disse Nikaidou.
    -Sensei, eu preciso falar com o Ikuto. - Disse Amu com uma cara triste que amoleceu até o coração duro de Nikaidou.
    -Está bem, está bem! Mas não diga a ninguém que eu te entreguei. E não me culpe pelo que acontecer lá. Você conhece aquele gato preto melhor do que eu até. Então não se descuide. - Disse Nikaidou entregando o papel com o endereço de Ikuto para Amu.
    -Que tipo de conselho é esse? - Perguntou Amu.
    -Um conselho de quem conhece Tsukiyomi Ikuto. - Disse Nikaidou.
    -Verdade. - Disse Amu pegando o papel e indo embora.
    Amu seguiu o endereço do papel até chegar a uma casa.
    Ela estava realmente insegura, não sabia direito o que fazer. Mas já que estava ali, não tinha mais como voltar. Ela estendeu o dedo lentamente até a campainha e ...
    Quando ela ia tocar, a porta se abriu.
     ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    Aqui está o capitulo 5! Mas rápido que o esperado. O 6 já ta em andamento! To cheia de idéias após ler o cap 1 do encore. (666  hihihihihi

    Marcadores:


    Postado por Kyori// 3 Comentários

    Shugo Chara Encore Capitulo 1



    2:22 AM



    Kyaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Saiu, saiu, saiu!!!!!!!!!!
    Eu venho aqui pra avisar que saiu o primeiro capitulo de Shugo Chara encore! Ta em inglês, mas dá pra entender um pouco com as imagens. Eu sei, isso de só ver as imagens sem ler é coisa de criança, mas o que eu posso fazer? Não sou nada boa em inglês. (que o diga meu prof ^^'')Vou esperar sair em espanol pra entender um pouco. Talvez saia rapido, pois com tanta procura deve ter varios pedidos, tipo o primeiro capitulo de shugo chara party que saiu antes de terminarem doki. O seins tá quase terminando shugo chara, mas não sei se vai traduzir o encore.
    Desculpe a empolgação, mas eu estou muito empolgada ( faz algum sentido?)
    Desculpe os séticos ou os que não gostavam mas eu digo só uma coisa..... é KUTAU!!!!!! (Bem que poderia ser amuto ¬¬') Mas mesmo assim é perfeito!
    http://www.onemanga.com/Shugo_Chara_Encore/ <- Tá ai o link.
    É só o primeiro cap, mas mesmo assim é o suficiente para acalmar nossa enorme aniciedade não?! Janne! Eu preciso dormir, apesar de não ter aula amanha por causa de greve dos prof's, eu tenho que acordar cedo (apesar de estudar a tarde ¬¬')

    Marcadores:


    Postado por Kyori// 2 Comentários

    Shugo Chara Doki 31



    10 de março de 2010 11:31 AM



    Marcadores:


    Postado por Kyori// 0 Comentários

    Fanfict Capitulo 4



    8 de março de 2010 3:05 PM



    Antes de tudo... Gomenasai!!!! Eu esquedci de postar a fic ontem. Apesar deu ter terminado ToT. É que antes eu só escrevia elas no meu PC, essa é a primeira que eu to postando então eu esqueci, espero que m perdoem.
    Avisinhos: Eu mudei um pouco a forma das falas, pq pareciam nomes de internet eu mudei "_" por "-" pra ficar mais facil. Brigaduu Ská pelas dicas. ;D
    Bom, deixando de inrolação, o capitulo 4:

    Capitulo 4:

    Diferente dos dias anteriores, Amu enfim acordou no horário. Ela tinha dormido melhor que os outros dias. E estava mais disposta, mas ainda imaginando como faria para encontrar seu “verdadeiro eu”. Na conversa que teve com Ikuto no dia anterior, ela descobriu que só deveria ser mais sincera, deixando seu lado cool and spyce de lado, mas ficava pensando como conseguiria fazer isso.< -Filha, hora de acordar. – Disse a mãe de Amu abrindo a porta do quarto da filha.

    -Estou quase pronta mãe. Já desço pra tomar café. - Disse Amu arrumando os últimos detalhes em seu cabelo.
    -Tudo bem. - Disse a mãe de Amu fechando a porta do quarto de descendo para a cozinha.
    -“Que estranho Amu não é de acordar cedo. Talvez algo tenha acontecido” – Pensava a mãe de Amu enquanto preparava a mesa.
    Amu tomou café com a família e foi para a escola calmamente. No caminho encontrou Tadase.
    - Como vai Amu-chan? – Perguntou Tadase.
    - Bem. - Respondeu Amu
    - É que ontem você parecia estar mal... – Disse Tadase.
    - Eu só estava pensando como minhas Shugo Charas desapareceram. Por isso fiquei deprimida. - Disse Amu.
    - Como assim? – Perguntou Tadase.
    -Sabe Tadase-kun, eu não posso mais ver Shugo Charas. - Disse Amu.
    - Não pode? Por quê? – Perguntou Tadase.
    - Bem, é uma história longa, mas resumidamente, fui engolida pelo meu lado cool and spyce, é quando menos percebi já não conseguia ver mais Shugo Charas. - Disse Amu forçando (inutilmente) o riso.
    - Então era por isso que estava assim ontem. Mas como descobriu que não pode ver mais Shugo Charas? – Perguntou Tadase.
    - O Ikuto viu a Shugo Chara da Ami, mas eu não. - Disse Amu.
    -Ikuto-nii-san? – Perguntou Tadase.
    - Sim.
    - Amu-chan, não se preocupe, nós com certeza vamos achar um jeito de te ajudar. – Disse Tadase.
    Amu sorriu.

    ~~ Dentro da Escola ~~

    - “Eu entrei na escola com o Tadase, mas logo me perdi. Como eu posso me perder em um lugar que eu estudo há tanto tempo?!” - Pensava Amu enquanto vagava perdida na escola.
    Nesse instante, Amu ouviu duas vozes. Instintivamente, quase que sem querer, ela se escondeu atrás da parede e olhou quem eram.
    - “Ikuto! O que ele está fazendo aqui? E quem é essa garota?” – Amu perguntava a si mesma escondida.
    - Ikuto-sensei, e- eu gosto de você. Desde muito tempo atrás eu venho gostado ve você. - Disse a garota.
    - “Uma declaração de amor?! Espera ai, eu acho que conheço esta garota... Claro! É Yamabuki Saaya, a kaichou” - Pensava Amu ainda intrigada com a situação. (Nota: presidente do conselho estudantil)
    Ikuto coçou a cabeça.
    - Olha, você é minha aluna. Devia deixar de ser tão egoísta pensando só em si mesma. Você sabe que tipo de problemas você pode me causar se um boato desses se espalhar? Você é a kaichou desta escola. A pessoa que devia ter mais responsabilidade. Sinceramente, me fazendo perder tempo desse jeito... - Disse Ikuto.
    A garota saiu correndo e chorando. Ikuto foi para o lado oposto a ela. O lado que Amu estava.
    - Amu, você... - Disse Ikuto
    -Eu ouvi tudo. - Disse Amu.
    -Não é o que você está pensando eu... - Disse Ikuto ao ser interrompido por Amu.
    -Você foi muito cruel com aquela garota! - Disse Amu.
    -O que?! – Disse Ikuto.
    -Como eu disse você foi extremamente rude com ela. - Disse Amu.
    -“Eu pensava que ela ia entender errado ou ficar com ciúmes, mas ela acha que eu fui rude com aquela garota?!” – Pensou Ikuto já com raiva.
    Ikuto segurou os braços de Amu e a pressionou contra a parede.
    -Você realmente queria que eu tivesse aceitado a declaração dela?  - Disse Ikuto colocando a mão na parece e olhando fixamente para Amu.
    Amu virou o rosto, pois estava vermelha, mas Ikuto segurou o queixo dela e o virou para o rosto dele.
    -Olhe para mim. - Disse Ikuto.
    Como Amu não podia virar seu rosto, ela simplesmente virou os olhos. Estava muito envergonhada em estar tão perto do rosto de Ikuto.
    Ikuto soltou Amu e virou as costas para ela.
    -Eu tenho aulas para dar. – Disse Ikuto visivelmente irritado.
    -Espera Ikuto! - Disse Amu segurando a manga da camisa de Ikuto. (Nota: Ikuto estava usando uma camisa social de manga longa, branca. Então ela segurou no final da manga que fica + ou – no pulso dele, desculpa não sei explicar direito, mas logo aprendo)
    -O que foi? – Perguntou Ikuto ainda irritado.
    Mas a irritação de Ikuto passou quando ele virou para trás e viu a expressão de Amu. Ela estava a ponto de chorar, seu rosto estava todo vermelho e ainda sim, se forçava para não mostrar aquela expressão.
    -Amu, você se lembra do que eu te disse antes de ir para França procurar pelo meu pai? - Perguntou Ikuto.
    Amu parou para pensar e se lembrou:
    - “Definitivamente eu vou fazer você se apaixonar por mim, então até lá, prepare-se”. - Lembrou Amu.
    Amu corou instantaneamente ao lembrar-se das palavras de Ikuto.
    -Então você lembrou. - Deduziu Ikuto ao olhar a expressão de Amu.
    -E o que tem isso? - Perguntou Amu.
    -Você também se lembra da nossa aposta? - Perguntou Ikuto.
    -Lembro... - Disse Amu desconfiada.
    -Então. Eu ganhei. Agora tenho que receber meu prêmio. - Disse Ikuto.
    -M-mas você disse que tinha perdido. - Disse Amu.
    -Eu não me lembro de dizer isso. - Disse Ikuto virando o rosto para o outro lado.
     Ikuto se aproximou do rosto dela.
    Neste momento o sinal tocou. Amu foi literalmente salva pelo gongo.
    Amu aproveitou e voltou para a sala de aula. Ikuto também foi para a sala de musica inconformado com o momento impróprio para o sino bater.

    ~~ Depois da aula ~~

    Depois da escola, Amu foi com seus amigos a uma lanchonete próxima. Tadase os chamou, pois queria conversar com todos juntos.
    -Então Tadase-kun, o que queria conversar com a gente? - Perguntou Amu.
    -Sobre a história que a Amu-chan me contou mais cedo, me deixou preocupado. - Disse Tadase.
    -A história de mais cedo? Sobre os Shugo Charas? - Perguntou Amu.
    -Sim. - Respondeu Tadase.
    -Espera ai, Yaya não está entendendo nada! - Disse Yaya.
    -Eu vou contar a história desde o começo: hoje, no caminho da escola, Amu-chan me contou que ela não pode mais ver Shugo Charas. E que o Ikuto-nii-san pode. Isso me deixa preocupado com o real motivo pelo desaparecimento dos nossos Shugo Charas. Não sabemos se podemos ver Shugo Charas ou não. E também não temos certeza de como eles sumiram. O Yoru, como sabemos, voltou para o coração do Ikuto-nii-san porque ele já se tornou adulto, mas e quanto a nós? Eu não tenho muita certeza quanto aos nossos Shugo Charas. - Disse Tadase.
    -Eu também já tinha parado para pensar nisso, nossos Shugo Charas foram desaparecendo um atrás do outro. Foi porque mudamos? Ou porque crescemos? - Perguntou Nagihiko.
    -Vocês sabem se podem ver Shugo Charas? - Perguntou Amu.
    -Eu a Yaya ainda temos nossos Shugo Charas. - Disse Kairi.
    -Ainda tem? - Perguntou Amu.
    -Sim, não contamos, porque achamos estranho que vocês não os vissem, mas também não achamos relevante. - Disse Kairi.
    -Isso é muito relevante. Mas pensando bem, faz sentido. Nós três mudamos quando nos graduamos. Quando viemos para esta escola. - Disse Tadase.
    -É verdade. Amu-chan ficou menos confiante e apelou para o seu lado cool and spyce, eu tive que me desconcentrar um pouco do esporte que era a minha paixão, por causa da família (nota: por causa da dança, mas ele não fala porque Amu ainda não sabe que ele é a Nadeshiko). Riam perdeu um pouco de sua alegria por causa das brigas dos pais. E por ultimo, Tadase-kun, que ao nos ver desse jeito viu que não poderia nos proteger como queria a ficou assim também. Seguindo essa linha de raciocínio a resposta seria essa. - Disse Nagihiko.
    -Verdade. - Disse Tadase pensativo. - Então, o que deveríamos fazer?
    -Ikuto disse que basta ser o que sou que tudo pode voltar ao normal. - Disse Amu.
    -Isso pode ser certo, mas ainda é muito vago. - Disse Nagihiko.
    -Sim... - Disse Amu.
    -Já chega de depressão! Vocês não podem ficar assim! Vamos pedir sorvete para animar todo mundo! Não é Rima? - Disse Yaya.
    -Isso mesmo, você está certa. - concordou Rima. - Ficar pensando nisso assim não vai adiantar nada. Temos que encontrar por nós mesmos os problemas que nos fizeram ficar assim e resolve-los.
    -Certo! Então vamos pedir sorvete então. - Disse Amu.
    Todos tomaram sorvete o foram rumo as suas casas, menos Amu que resolveu dar de novo um passeio no parque antes de ir para casa.

    ~~ No Parque ~~

    -Estou aqui de novo! O que será que eu espero encontrar aqui? - Perguntou Amu a si mesma.
    -Tão nova e já falando sozinha! - Disse Ikuto aparecendo atrás dela.
    -Você adora me assustar, né?! - Disse Amu.
    -Não realmente. - Disse Ikuto enquanto comia seu Taiyaki de chocolate. (pra quem não sabe é um doce em formato de peixe popular no Japão *tenho certeza que já viram o Ikuto comendo antes*)
    Ikuto olhou para Amu.
    -Quer uma mordida? - Perguntou Ikuto.
    -Não. - Respondeu Amu firmemente.
     -Então porque está olhando? - Perguntou Ikuto.
    -Eu não estou. - Disse Amu.
    -Vamos, eu compro um pra você. - Disse Ikuto arrastando ela até uma barraquinha.
    -Eu já disse que não quero! - Disse Amu.
    -Tarde demais. Eu já comprei. Agora você vai ter que comer. - Disse Ikuto. - Ou você quer que eu te de na boca?
    -Me dá aqui. - Disse Amu tomando o Taiyaki da mão de Ikuto.
    Amu mordeu o Taiyaki e o canto de sua boca ficou sujo com chocolate. Ikuto deu uma risada discreta, mas Amu percebeu.
    Ela fez cara de brava e a virou pra outro lado.
    -Amu, vira aqui que eu vou limpar. - Disse Ikuto virando o rosto de Amu para o dele.
    Ikuto aproximou o rosto de Amu e lambeu o chocolate do canto da boca dela.
    Amu ficou tão vermelha quanto nunca tinha ficado antes. Ela deixou o taiyaki cair no chão e saiu correndo.
    Ikuto só ficou parado, quando percebeu que avia alguém detrás da arvore que estava atrás dele.
    Ele ficou surpreso ao descobrir quem era.

    Marcadores:


    Postado por Kyori// 4 Comentários

    Menu Principal









    Peach-Pit







    Shugo Chara






















    Zombie-Loan








    Rozen Maiden









    DearS






    Fã área












    Moramos ♥



    Mascotes



    Seguidores



    Conteúdo em destaque


    Shugo Chara no Orkut



    Deixe sua mensagem /o/




    Histórico

    » Dezembro 2009
    » Janeiro 2010
    » Fevereiro 2010
    » Março 2010
    » Abril 2010
    » Maio 2010
    » Junho 2010
    » Julho 2010
    » Agosto 2010
    » Setembro 2010
    » Outubro 2010
    » Novembro 2010
    » Dezembro 2010
    » Janeiro 2011
    » Fevereiro 2011
    » Março 2011
    » Abril 2011
    » Maio 2011
    » Junho 2011
    » Julho 2011
    » Agosto 2011
    » Setembro 2011
    » Novembro 2011
    » Julho 2012


    Clan Fujoshi :P

    "Si quieres conseguir tu insignia, sólo tienes que afiliarte a Clan Fujoshi y seguir los pasos ^3^ ... te esperamos!"

    Parceiros


    Scanlators/Fansubs


    Blogs de anime/mangá/bandas
    Mepphy Love-Sama Generated image
    Acesse!

    Awards *-*



    Status



    Central Blogs

    PageRank